terça-feira, 20 de outubro de 2009

Da infância à adolescência

O psicoterapêuta Ivan Capelatto, numa palestra dada ao programa "café filosófico" discorre num tom bem Freudiano acerca da formação do indivíduo. A partir da fase fálica ele vai investigando os comportamentos típicos das idades da criança e a implicação dos mesmos na construção da psiquê individual. Vale a pena sobretudo para pais que querem entender um pouco melhor o processo de crescimento dos filhos, a mudança de atitudes, as preferências mutantes, etc. Mais tarde pretendemos retornar à questão do amadurecimento com uma abordagem Lacaniana. Por hora, bom vídeo a todos.

2 comentários:

monica disse...

Salve Leandro !

Gostei da dissertação, tem um alerta bem humorado...

Me lembrei de uma frase do Jung
"Todos nos nascemos originais e
morremos cópias" bem,não precisa
ser tão fatal assim,acredito na
transcendencia, (com todo respeito
ao Jung ).

"Gosto de ficar ao sol leãozinho
de molhar minha juba
de estar perto de você
e entrar no mar..

o meu coração é o pai de toda cor
quando ele lhe doura a pele
ao léu..."

Abraços,
Monica

Maria Teresa disse...

As crianças precisam de parceiros, de pessoas que lhes contem histórias, de sonhos a perseguir; essas, as grandes lacunas do século XXI. Infelizmente não há como duvidar disso. Abraço.